Categorias
Aplicativos

Por que a 99 suspende e bloqueia seus motoristas? (2021)

Quando um novo motorista se cadastra na 99 automaticamente ele aceita os termos de uso da plataforma. Esses termos ajudam a garantir a qualidade dos serviços prestados. Então, ao quebrar um ou mais termos o motorista corre o risco de ser suspenso em caráter temporário ou definitivo.

Uma vez que a conta seja suspensa definitivamente – ou banida, como costumam falar -, dificilmente o motorista consegue reativá-la, a não ser que consiga comprovar que a decisão da 99 foi equivocada ou teve como base uma falsa denúncia feita por um passageiro.

Isso porque, acredite ou não, passageiros mal intencionados podem atrapalhar a vida dos motoristas ao fazerem relatos mentirosos de situações que nunca aconteceram. Mas, são casos mais difíceis de acontecerem.

Motivos de bloqueios e suspensões

Além dos banimentos que são aplicados com menos frequência, os motoristas também são penalizados com suspensões temporárias que podem durar minutos, horas, dias, semanas, meses ou até mesmo anos. Nestes casos, o tempo é estimado de acordo com a gravidade e/ou recorrência do fato.

A seguir, confira em detalhes quais são as principais razões pelas quais a 99 aplica suspensões e banimentos aos seus motoristas.

Taxa de aceitação

A taxa de aceitação se refere a quantidade de corridas que o motorista deixou de aceitar em relação ao total de corridas que ele recebeu. Logo, se o motorista recebeu 10 solicitações e não aceitou 2, sua taxa de aceitação cairá de 100% para 80%.

Se a taxa de aceitação do motorista nos últimos 7 dias ficar inferior a 80%, ele corre o risco de ser suspenso por até dois dias. Se ficar inferior a 70%, a suspensão pode ser de 3 dias ou mais.

A cada vez que o motorista é suspenso em razão da baixa taxa de aceitação, maior são as chances dele ser suspenso definitivamente.

Taxa de cancelamento

A taxa de cancelamento se refere a quantidade de corridas que o motorista cancelou após aceitá-las. Ela varia de acordo com o total de corridas que o motorista aceitou. Logo, se o motorista aceitou 10 corridas e por alguma razão teve que cancelar duas, sua taxa de cancelamento subirá para 20%.

Se a taxa de cancelamento nos últimos 7 dias ficar acima de 20% ou 30%, o motorista corre o risco de ser suspenso temporariamente por até 3 dias ou mais. Na primeira vez a punição é mais branda, mas com a recorrência o tempo de suspensão aumenta e o risco de banimento também.

Iniciar ou encerrar a viagem sem o passageiro

Alguns motoristas acham que irão ganhar mais dinheiro ao iniciar a viagem antes do passageiro embarcar ou encerrá-la minutos após ele desembarcar. Talvez até seja possível ganhar um trocado a mais, no entanto essa prática é extremamente proibida pela 99 e pode resultar em banimento definitivo.

O algoritmo da 99 tem um pouco mais de dificuldade de identificar essa prática, no entanto os passageiros sempre percebem e são eles quem fazem a denúncia para a 99. Com isso, muitos motoristas perdem suas contas e uma boa oportunidade de fazer dinheiro.

Forçar o passageiro a cancelar a corrida

Alguns motoristas aceitam a solicitação de corrida e depois simplesmente ficam parados no mesmo lugar, obrigando o passageiro a cancelar a viagem. Tudo isso com o intuito de receber o valor da taxa de cancelamento. E essa é outra prática proibida pela 99.

Se tal situação acontecer o passageiro tem todo o direito do mundo de abrir uma reclamação junto ao suporte da 99. Se de fato for constatada a prática pelo motorista, a conta dele será suspensa definitivamente.

O exemplo acima é o mais comum de acontecer, no entanto qualquer outra prática que tenha o objetivo de obrigar o passageiro a cancelar a corrida resultam na mesma punição.

Cobrar valores à parte

A obrigação do passageiro é pagar apenas o valor que está sendo exibido na tela do aplicativo. Ao solicitar uma corrida ele já sabe mais ou menos quanto irá pagar, portanto não adianta o motorista tentar cobrar valores à parte.

E que valores à parte seriam esses? Os casos mais comuns relatados pelos passageiros são: pedágios, taxas extras – geralmente cobrada em porcentagem pelo motorista – e até mesmo o valor total da viagem em dinheiro, sendo que o método de pagamento escolhido pelo passageiro foi cartão de crédito ou débito via aplicativo.

Em casos de cobranças que estejam fora do que foi estipulado no aplicativo, o motorista será banido definitivamente da plataforma.

Desrespeito e discriminação

A 99 não admite que seus motoristas desrespeitem ou tenham qualquer tipo de discriminação contra seus passageiros. Qualquer denúncia do tipo feita pelo passageiro resultará no banimento definitivo do motorista, a não ser que ele consiga comprovar por meio de áudio ou vídeo o motivo de ter ofendido ao passageiro.

Essa é uma questão muito polêmica e por isso é tão importante que o motorista consiga no mínimo gravar o áudio de cada corrida, justamente para evitar situações injustas por falsos relatos de passageiros.

De toda forma, a 99 passou a instalar câmeras com microfone nos carros de seus parceiros, o que já é uma grande vantagem para combater esse tipo de situação e, sobretudo, manter registros que possam ser úteis para polícia em casos de assaltos e crimes mais graves.

Transportar menores de 18 anos

Passageiros menores de 18 anos só podem utilizar o aplicativo da 99 se estiverem acompanhados de um adulto responsável. Do contrário, o motorista deve recusar a entrada dele no veículo.

Qualquer motorista que for denunciado por estar transportando um menor de idade sem a presença de um adulto responsável poderá ser, na melhor das hipóteses, suspenso temporariamente. Dependendo de quem avaliar o caso, o risco de ser banido pode ser ainda maior.

Emprestar a conta para outro condutor

A conta de motorista só pode ser utilizada pelo seu próprio dono. Isso significa que o motorista não pode emprestar sua conta para um amigo, parente ou qualquer outra pessoa que tenha a intenção de utilizá-la para transportar passageiros e obter algum tipo de renda.

Se essa situação for identificada, a conta será permanentemente suspensa da plataforma.

Recusar passageiros deficientes

De acordo com a 99, o motorista é obrigado a transportar passageiros com deficiência auditiva, visual ou motora. Isso significa, por exemplo, que não é permitido recusar passageiros com deficiência visual e que estejam acompanhados de um cão-guia.

Se algo do tipo acontecer e o passageiro fizer uma denúncia na plataforma, a conta do motorista poderá ser suspensa definitivamente ou até que ele consiga comprovar o porque não aceitou transportar o passageiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *