Número de miseráveis supera os 13 milhões no Brasil

O cenário de pobreza no Brasil não é novidade e vem sendo combatido com propostas sociais há muitos anos. O que se tornou uma novidade para o brasileiro foi a notícia do crescimento desse percentual da população, que superou a marca dos 13 milhões no Brasil. Quer entender melhor esse número? Então confira as informações a seguir:

O Brasil é um país grande em perímetro, assim como também é imenso em questões de diferenças sociais. prova disso, foi a recente notícia de que o crescimento da situação de pobreza extrema no país superou a marca de 13 milhões e o número já preocupa especialistas do desenvolvimento social e econômico.

Mas como esses dados são estabelecidos?

Como mencionado, o cenário de miséria no país bem sendo combatido há muitos anos através de programas sociais. Um bom exemplo dessas inciativas é o Programa Bolsa Família, que promove transferência de renda direta para as famílias cadastradas.

E o programa é uma das principais ferramentas utilizadas para medir a situação de pobreza do país, já que promove dados importantes para o Governo a partir do cadastro das famílias.

Ao se cadastrar no programa, as famílias passam a receber um auxílio direto, dependendo da sua situação financeira. O valor varia também a partir do acúmulo de benefícios, que pode chegar até 5.

Houve um crescimento considerável no número de solicitações do auxílio da bolsa e a expectativa é que ainda mais pessoas estejam dependendo do valor Bolsa Família 2020 para completar a renda familiar.

Podem ser associados a esse resultado o recorrente número de desemprego e de falência das empresas, assim como a crise econômica atual.

Como esse percentual de brasileiros é assistido?

Para se cadastrar no Bolsa Família ou em qualquer outro programa social que promova auxílio para a família, é necessário estar fazendo parte do Cadúnico, um cadastro responsável por registrar cidadãos que precisam se assistência especial do Governo.

O Cadúnico dá direito a diversos benefícios como isenção para inscrição em concursos públicos, tarifa social para água, tarifa social para energia e o próprio Bolsa Família.

A partir deste cadastro, o Governo pode visualizar problemas sociais, dados econômicos e onde está concentrado o número populacional de habitantes que vivem em situação de pobreza.

Assim, esses cidadãos podem ser melhor assistidos e passam a ter direito aos benefícios mencionados. O que deixou o Governo em alerta foi o crescimento também desse registro, contribuindo para a marca de 13 milhões de brasileiros miseráveis.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *